5 passos para montar seu negócio online

5 passos para montar seu negócio online

Apesar da crise econômica que assola o país, o setor de comércio eletrônico vem crescendo ainda mais. Portanto, a hora de montar seu tão sonhado negócio online chegou!

Segundo o relatório Webshoppers – 40ª edição da Ebit, o e-commerce do Brasil faturou R$ 26,4 bilhões nos primeiros seis meses de 2019.

Já em relação ao volume de pedidos, o valor foi de R$ 65,2 milhões, uma alta de 20% em comparação ao período anterior. No primeiro semestre deste ano, o número de consumidores online cresceu 7%, com R$ 29,4 milhões. Desse total, 18,1% diz respeito a usuários que compraram pela internet pela primeira vez. 

Com isso em mente, agora é preciso contratar uma plataforma de e-commerce e/ou uma solução especializada para criar sua loja virtual, que será seu principal canal de vendas.

Neste artigo, vamos listar 5 passos recomendáveis para que seu negócio online deslanche de vez.

Segmento do negócio online

O primeiro passo para montar um negócio online é determinar qual será seu segmento. Isso envolve realizar uma pesquisa de tendência de consumo e verificar o que realmente está em alta. Como por exemplo: negócios ligados às áreas de infoprodutos, alimentos alternativos, cosméticos e artigos biodegradáveis.

Escolhido o ramo de negócio, é necessário considerar questões ligadas à concorrência e como se diferenciar dos demais, além da relevância de tais produtos com o público-alvo.

Em seguida, defina as personas deste negócio. Investigue bem as características demográficas, como: idade, gênero e nível socioeconômico. E, principalmente entender o que, como e com que frequência elas consomem e quais são suas principais necessidades.

Escolha do fornecedor

Para escolher um bom fornecedor, leve em consideração o modelo de seu negócio online. Hoje, a maior parte dos empreendedores trabalha com estoque próprio e espaço físico, além do dropshipping (estoque externo, com maior responsabilidade tributária).

Avalie a qualidade das mercadorias, localização do fornecedor, incluindo tempo de entrega, além da reputação da empresa no mercado e o suporte que ele proporciona a você. Além disso, vale também pedir indicações a profissionais já atuantes neste segmento e fazer uma pesquisa comparativa.

Preço

A hora de precificar os produtos de seu negócio online exige atenção e pensar nestes quesitos: despesas (luz, internet, água etc); custos operacionais (mensalidade da plataforma e compra dos artigos); e o lucro (quanto deseja ganhar mensalmente com suas vendas).

Também é importante estabelecer qual o poder aquisitivo de seu público-alvo e saber driblar a concorrência, vendendo mais barato ou mais caro seus produtos.

Na primeira situação é bom ter cuidado com seu planejamento financeiro para não fechar o mês no vermelho ao vender seus artigos bem mais barato. Já na segunda opção, para “compensar” o custo alto, é essencial que o seu e-commerce disponibilize benefícios extras, como frete gratuito, brindes, além de produtos de alta qualidade para despertar o interesse de valor agregado à compra.

Em casos de datas comemorativas, como a Black Friday (realizada no final de novembro), vale investir em preços promocionais para atrair mais público a seu negócio.

Site personalizado do negócio online

Um passo muito importante em um negócio online é personalizar o site da loja virtual. Nesta etapa, o empreendedor deve ficar atento às descrições dos produtos e às imagens ilustrativas dos mesmos e layout da página.

Detalhe bem os itens que quer vender, utilizando suas principais características, como tamanho, cor, origem e benefício. Neste último item, seja bastante criativo, pois isso pode fazer a diferença para que o cliente saiba mais sobre um produto que seu concorrente também vende. 

Otimize os textos com técnicas de SEO. Para isso, use as ferramentas do Ahrefs e do Ubersuggest, além de palavras-chave com alto volume de procura e que digam respeito a tópicos do seu segmento de negócio e de seus produtos.

Sobre as fotografias, não é necessário, no início, investir em equipamentos profissionais. Com um smartphone de boa resolução e a luz natural já é possível captar imagens de qualidade. Apenas foque em retratar seus produtos em diferentes ângulos. Sendo assim, seu consumidor terá mais confiança na hora de comprar com você.

Já em relação ao layout, foque no logotipo e banners. Use ferramentas como Logaster, Tailor Brands e Canva, para criá-los. Desenvolva imagens adaptáveis, simples e adequadas ao tom de sua marca.

Meios de pagamento e de envio

Fique atento ao configurar os meios de pagamento e de frete à sua loja virtual. Primeiro, considere as taxas de transação, políticas de retirada dos pagamentos e mecanismos antifraude para definir qual solução promove o melhor custo-benefício.

Sobre os meios de envio, pondere entre Correios e as transportadoras. Porque dependendo do tamanho dos produtos e tarifas, vale mais a pena o serviço de uma transportadora. Não se esqueça de pesquisar quais meios de frete oferecem os melhores serviços de logística reversa, caso seja preciso realizar trocas de produtos com defeito, por exemplo.

Agora que você já sabe estes 5 passos primordiais para alavancar seu negócio online, alie a tudo isso ações de marketing eficazes, como o auxílio do Instagram comercial e de anúncios pagos no Facebook. Sem esquecer que deve dispor também de um serviço de atendimento ao cliente de qualidade.

Fonte: Site E-commerce Brasil

*Ilustração: Divulgação

Siga e curta! 🙂
error
Fechar Menu