Uso inteligente da internet para os negócios

Uso inteligente da internet para os negócios

Ter um negócio presente na internet pode atrair boa parte da clientela do empreendedor

Segundo pesquisas, entre quatro e dez pequenos e médios negócios no Brasil não têm uma forte presença na internet. E isso pode ser desde possuir um perfil em uma rede social ou cadastrar um endereço físico em um buscador como o Google. Tais medidas não requerem nenhum tipo de investimento inicial. Requer apenas uma dedicação do empreendedor e pode ser justamente esta alternativa que falta para que negócio deslanche de vez.

Um encontro do Google realizado recentemente contou com a participação de três negócios originados entre o norte e o sul do país. Elas possuem nichos diferentes de atuação, como uma loja virtual para noivas; um restaurante; e uma assinatura de lanches saudáveis, destinados ao público infantil. Em comum, cada um deles apostou em estratégias online diferentes para atrair cada vez mais consumidores.

Abaixo, saberemos como cada um desses negócios presentes na internet utilizou a ferramenta de forma eficaz e inteligente para alavancarem seus empreendimentos.

Uso inteligente da internet

Para a criadora da marca Snack saudável, Larissa Souza dos Santos, a ajuda do buscador do Google foi essencial para o sucesso do negócio, fundado em março de 2016, em Rondônia.

A ideia surgiu pela percepção de Larissa em entender a dificuldade que era para outras mães preparar lanches saudáveis para seus filhos levarem à escola. Por ela ser mãe de duas meninas, além de trabalhar fora e lidar com a correria do dia a dia, acabou vendo que outras mães montavam as lancheiras com produtos industrializados por também não terem tempo de montar um cardápio saudável. A empreendedora lançou um desafio ao colégio: criar um negócio que montasse a lancheira saudável dessas crianças e em troca, abater a mensalidade de suas pequenas.

A Snack Saudável saltou de 18 clientes em seu início, que fez com que Larissa abandonasse seu emprego fixo, para hoje possuir 60 franquias. A empreendedora ressalta que o uso consciente da internet foi seu principal canal para atrair os clientes, e após isso, os franqueados. Em entrevista à revista EXAME, ela disse:

“A cada três franquias vendidas, duas surgem do Google. É um perfil selecionado de buscador, geralmente quem já tem algum capital para investir e procura um negócio em alimentação saudável.”

Plataforma Google Meu Negócio

Já para o casal de empreendedores, Adriana e Ogyen Shak, a estratégia de internet foi criar um portal gratuito por meio da plataforma Google Meu Negócio. Eles são donos do restaurante Espaço Tibet, localizado próximo à cidade de Gramado (RS). A página criada em 2013 fez com que o casal passasse a aparecer em buscadores, onde era possível encontrar fotos e vídeos do restaurante. Após esta alternativa, focaram também em anúncios personalizados destinados a turistas que viajam até Gramado. Hoje, o local conta com 11 funcionários e recebe entre 1.200 e 1.600 visitantes por mês. Sobre isso, a Adriana acrescenta:

“A interação que temos no site e nos anúncios é importante. Sempre respondemos os comentários e interagimos com nossos clientes, construindo credibilidade”.

Google Trends

O caso de Laís Ribeiro, uma das sócias da loja virtual de vestidos de noivas O Amor É Simples, usou outra estratégia de internet aliada ao maior buscador do mundo. Elas utilizaram a ferramenta Google Trends. Foi por meio desta plataforma que a loja identificou a busca frequente por roupas do tipo que elas ofertam, ou seja, de vestidos de casamento mais acessíveis e leves. Até o momento, o negócio que surgiu em 2014 já conseguiu atender 1.400 noivas.

Apesar de Ribeiro e suas sócias possuírem uma loja física em Porto Alegre (RS), a empresa ainda permanece com seu portal ativo na intenção de captar mais clientes, pois metade delas vêm do Google. Além disso, o negócio investe 60% de seu orçamento em anúncios no Google Ads. Ribeiro complementa:

“Além de uma aquisição de consumidoras completamente online, usamos o histórico de compras e formulários para definir como será nossa próxima coleção”.

A força da internet em um negócio

Só no último ano, os buscadores online e publicidade do Google foram determinantes para movimentar R$ 41 bilhões em relação a 60 mil negócios. Além disso, o Brasil é um dos cinco maiores mercados para ao Google, desde as buscas na internet até o acesso de vídeos pelo Youtube.

Segundo dados do próprio Google, seis a cada dez consumidores descobriram empresas primeiro por seu buscador no ano passado. Para o diretor de soluções de marketing do Google no Brasil, Rodrigo Rodrigues, a companhia que está presente em pesquisas do buscador faz com que ela atinja novos clientes e isso independe do tamanho do negócio e anos de atividade no setor.

Por fim, consumidores têm quadro vezes mais chance de levarem a sério um negócio se encontrarem no buscador relatos de respostas da empresa a outros clientes e que ainda façam promoções também.

Fonte: revista EXAME

*Foto: Divulgação

Siga e curta! 🙂
error
Fechar Menu