Tecnologia ajuda pequenos empresários na gestão de suas contas

Tecnologia ajuda pequenos empresários na gestão de suas contas

Cada vez mais popular entre as pequenas e médias empresas, os softwares específicos tem ajudado contadores e reduzir o tempo de trabalho para seus clientes.

Este tipo de tecnologia é capaz de desenhar gráficos, e trazer balancetes em tempo real em apenas alguns cliques.

Isso não quer dizer que os empresários não irão mais precisar dos serviços de um contador.

O que muda é a qualidade e a checagem das etapas para não haver mais erros de informações, que antes resultavam até perda de dinheiro de algumas transações.

Com mais tempo livre graças aos softwares, os contadores hoje têm a possibilidade de atuarem também como consultores de pequenos e médios negócios.

Com isso, os donos destas companhias podem ter o auxílio de um especialista que ajudará em seu crescimento no mercado.

Além da área contábil, esses softwares também automatizam os departamentos de compras, estoque, recursos humanos e vendas de uma empresa.

De uns dez anos para cá, com a implementação da nota fiscal eletrônica no Brasil, companhias de tecnologia contábil despontaram no mercado com o intuito de oferecerem serviços de extração de dados online para classificação e geração automática do cálculo dos impostos.

Antes dessa tecnologia surgir, o serviço de nota fiscal era todo manual, o que demandava muito tempo de um dia de trabalho de contadores.

Porque o trabalho em si de um contador não é o lançamento de notas fiscais de seus clientes, e sim análise de balanço, apontar onde há mais gastos que possam ser diminuídos e assim por diante.

Mesmo com todo esse avanço, de acordo com Jander Martins, diretor-executivo da Nexaas, que desenvolve softwares de gestão empresarial, apenas 20% das empresas nacionais utilizam softwares de contabilidade.

Para se ter uma ideia da importância desse tipo de mecanismo em uma corporação, eles são capazes de se conectar a conta bancária de uma empresa para elaborar gráficos referentes ao fluxo de caixa.

E ainda pela divisão em categorias, mostra em tempo real o dinheiro que sai e entra da companhia.

Antigamente, isso só era possível com planilhas específicas, o que não garantia 100% de eficácia, pois os dados de uma planilha de custos pode ser facilmente perdida falta de backup ou pane no computador exatamente na hora de um lançamento.

Quando esse tipo de erro acontecia sem o uso de um software de gestão empresarial, muitos donos de negócios perdiam dados e não sabiam com precisão os reais ganhos ou se um cliente pagou a menos pelo serviço oferecido, por exemplo.

Um dos softwares mais usados do mercado é o sistema QuickBooks Online, da Intuit.

Nele, o empresário consegue analisar melhor as finanças de sua firma, com lembretes diários de quais são as contas a pagar e a receber.

Com esse mecanismo simples implantado em uma companhia, ela pode obter um crescimento significativo mês a mês.

Além disso, para empresas que possuem funcionários remoto, pode, contar com a ajuda do Ponto Web.

Pertencente à Nasajon Sistemas, esse mecanismo solicita ao trabalhador que marque por meio de um app em seu celular o horário de início e fim do expediente.

A partir desses dados inseridos, o sistema também puxa a localização da pessoa via sinal de GPS, uma forma segura também de saber se de fato o funcionário está trabalhando remoto.

Além disso, com as informações enviadas ao contador da empresa, ele consegue calcular o prestador de serviço fez hora extra ou se precisará descontar algum valor de sua folha de pagamento.

*Foto: Divulgação

Siga e curta! 🙂
Fechar Menu